Join 74,115 users and earn money for participation

Liberdade, Digital, Pandemia

2 10 exc boost
Avatar for don_barafranca
Written by   1
2 months ago
Sponsors of don_barafranca
empty
empty
empty

Vivemos tempos estranhos numa era digital. De repente estamos no meio de uma pandemia e somos tomados de assalto pelas suas implicações e restrições. Faz lembrar o auge do HIV nos anos 80 e 90 quando ninguém conhecia a doença e se descriminavam à direita e à esquerda as pessoas que tinham contraído o vírus.

A par com a pandemia está a surgir a nova revolução financeira, uma necessária adaptação aos meios de pagamento digitais que também trouxe a narrativa das baixas emissões de CO2. São três temas totalmente ligados de uma forma insuspeita, contudo no site do FMI e nas palestras e convenções mundais não se fala de outro assunto.

Vão ser aplicadas medidas penalizadores aos investidores que suportem empresas não sustentáveis com atividades poluentes ligadas à extração de combustíveis fósseis e outros.

A forma como associo as informações que me vão chegando e de fontes confiáveis leva-me a este artigo.

Com o surgimento da pandemia (covid-19) o mundo teve de parar e rapidamente pudemos observar uma melhoria das condições ambientais (buraco do ozono e emissões). Entretanto uma investidora do Shark Tank inglês grava um video onde revela que um grande número de milionários procurava adquirir propriedades em locais pouco afetados pelo aquecimento global, fugindo dos desertos e das grandes cidades onde as condições se detrioram de dia para dia.

Ao mesmo tempo a ex. presidente do FMI, Christine Lagarde, agora presidente do banco central europeu anunciava diversas alterações ao sistema financeiro atual. Sei que os lideres mundiais estão a trabalhar desde 2013 numa alternativa sustentável, com pouco impacto ambiental e essencialmente digital, cosntruído em cima de sistemas distribuídos - DLT, inspirados na tecnologia blockchain, a mesma que a rede Bitcoin utiliza.

Esta preocupação ambiental é súbita visto que há tantos e tantos anos se debatem estas questões e pouco ou nada se tem feito para combater a falta de recursos que o nosso planeta oferece e a crescente pegada ecológica inerente às nossas atividades.

Juntando a narrativa da pandemia, que inclui passaportes de vacinação e sistemas de identificação idênticos ao que os chineses utilizam com a nova estrutura financeira digital prestes a ser anunciada que assenta num modelo de emissões de carbono ZERO, mais um vez seguindo o exemplo chinês com a emissão de uma moeda digital criada pelos seus bancos centrais - CBDC, o mesmo principio se aplica ao Euro Digital anúnciado pelo banco central europeu obtemos o cocktail perfeito para o controlo pernicioso de todos os cidadãos do mundo.

Desenvolvendo o tema acima de forma breve, pego na recente notícia que nos informou sobre a vontade dos reguladores em legislarem e censurarem todas as transações anónimas efetuadas em redes distribuídas como é o caso da criptomoeda Monero (XMR), Zcash, Grincoin, entre outras. O grande foco dos lideres está na lavagem de dinheiro e no financiamento para terrorismo (medidas KYC/AML) por parte dos utilizadores anónimos das redes distribuídas, contudo termino este post pedindo a todos que o lêm que façam uma simples pesquisa no google e cheguem à conclusão que mais de 100 bancos dos mais poderosos e conhecidos foram multados precisamente por facilitarem transações entre grupos terroristas.

2
$ 0.00
Sponsors of don_barafranca
empty
empty
empty
Avatar for don_barafranca
Written by   1
2 months ago
Enjoyed this article?  Earn Bitcoin Cash by sharing it! Explain
...and you will also help the author collect more tips.

Comments

Concordo. Obrigado pela sugestão.

$ 0.00
2 months ago

Bravo! Bom artigo! 👏👏 Esta tentativa de controlar a vida privada dos cidadãos através da parte financeira é perigosa. Algo que as criptomoedas nos trazem de bom é o direito à autocustódia. A Monero tem ainda a vantagem da privacidade. Cada vez mais vão retirar as notas físicas de euros do mercado e vamos ter de ser obrigados a depender de terceiros (bancos, privados ou estatais) para custodiar o nosso dinheiro... Vai chegar a um ponto em que já nem as notinhas de euro se vão poder guardar por baixo do colchão em casa. Os mercados são manipulados sim, mas é pelos bancos e governos centrais. Estes querem controlar a vida dos Zés da esquina mas os peixes gordos vão continuar aí no crime pois são muitas vezes das mesmas famílias. Eles pagam-se a si próprios e ainda ficam com o troco. Os de baixo ficamos à espera que nos atirem umas moedas pretas por misericórdia. A monarquia ainda não acabou. O que acontece é que agora a nobreza é "eleita".

P.S. deixo-te a sugestão de adicionares este artigo à nossa comunidade em PT-PT https://read.cash/c/livre-pensamento-e-criatividade-portugal-84bd

$ 0.00
2 months ago